}

Simepar: Alerta Geada encerra atividades nesta sexta

0 6

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) e o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) emitiram nesta sexta-feira (11) o último boletim do Alerta Geada em 2020.

Operando de maio a setembro, o Alerta Geada oferece boletins diários sobre as condições do tempo na região cafeeira do Paraná e, caso haja possibilidade de ocorrer geadas com potencial de causar danos às lavouras, faz a emissão de avisos com tempo suficiente para que os produtores possam aplicar técnicas de proteção de cafezais com idade de seis meses a dois anos de implantação.

INVERNO – “O inverno ocorreu dentro do esperado na zona cafeeira paranaense”, diz a meteorologista Ângela Beatriz Costa. “Quatro ondas de ar polar chegaram ao Paraná e derrubaram as temperaturas, mas nenhuma com potencial de causar danos aos cafezais. Felizmente para os cafeicultores não foi necessário emitir alerta de geada este ano”, acrescenta a pesquisadora.

Assine a nossa newsletter

RECOMENDAÇÃO – Produtores que amontoaram terra no tronco dos cafeeiros devem retirar imediatamente a proteção. Os pesquisadores recomendam que esse procedimento seja feito com as mãos, para evitar danos às plantas.

SAFRA – O economista Paulo Sérgio Franzini, do Deral (Departamento de Economia Rural), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, confirma que as ondas de frio que chegaram ao Estado não causaram prejuízos este ano.

Ele aponta, no entanto, que a estiagem na fase de enchimento de grãos, entre março e maio, afetou os frutos e, consequentemente, a peneira. “Na média, será uma safra de grãos miúdos, o que diminui a quantidade total da produção”, diz. Mas é esperada uma safra de boa qualidade de bebida, já que praticamente não houve chuvas durante o período de colheita.

A estiagem também causou desfolha em lavouras mais novas, o que pode afetar a produção da safra 2021. “Isso precisa ser confirmado nos próximos levantamentos”, indica Franzini.

Há no Paraná 38 mil hectares cultivados com café, sendo 35,5 mil ocupados com lavouras em plena produção. A safra 2020 está praticamente finalizada, e a estimativa é que sejam colhidas 940 mil sacas de café beneficiado.

A maior parte das lavouras paranaenses tem em média 8 hectares e é conduzida por pequenos produtores familiares.

SERVIÇO – O Alerta Geada é oferecido todos os anos, de maio a setembro. É uma realização do IDR-Paraná e do Simepar, com apoio da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, Consórcio Pesquisa Café, prefeituras, cooperativas e associações de produtores.

Fonte: AEN

você pode gostar também

Deixe uma resposta

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

%d blogueiros gostam disto: