}

Itaipulândia: saiba como descartar o lixo contaminado com Covid-19 e proteger a vida do recicladores

0 13

A Associação de Recicladores do Município de Itaipulândia (ASSOREMI) solicita aos munícipes que façam o descarte correto do lixo contaminado com Covid-19. Em residências com pacientes positivos para Coronavírus, NÃO deve ser feita a separação entre orgânicos e recicláveis.

Assine a nossa newsletter

Todo o lixo produzido pela casa deve ser descartado como impróprio e vai direto para o Aterro Sanitário e é enterrado em uma vala revestida com geomembrana. Na casa com paciente com positivo para Covid-19, a bolsa verde de reciclagem NÃO deve ser usada.

A técnica ambiental responsável pela ASSOREMI, Marlei Kaefer, comenta que os recicladores usam os equipamentos de proteção, mas ainda estão vulneráveis ao Covid-19. “Estamos usando todos os EPI’s Máscara para evitar o contágio do vírus, mas pedimos encarecidamente a toda a população para que faça a separação correta dos materiais” – explica Marlei.

Como proceder

Amarre e lacre o saco de lixo que não correr o risco de abrir e registre com canetão LIXO CONTAMINADO ou COVID-19. Esta é uma forma de proteger os profissionais da coleta de lixo residencial e os 41 recicladores da ASSOREMI que sobrevivem desta atividade.

Seringas, embalagens de remédio, agulhas, gazes e outros itens de uso médico devem ser devolvidos à Unidade Básica de Saúde mais próxima, onde há local adequado para a coleta.

Fonte: Assessoria

você pode gostar também

Deixe uma resposta

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

%d blogueiros gostam disto: