Grupo de estudantes da Uniamérica realizam pesquisa em Foz sobre a coinfecção de leishmaniose visceral e HIV

0 8

Acadêmicos de Biomedicina da UniAmérica desenvolveram uma pesquisa em relação a casos de leishmaniose visceral (LV) interligados a infecção pelo vírus da imunodeficiência (HIV) humana em Foz do Iguaçu. Em resumo, a pesquisa aponta que as duas doenças podem se manifestar em pacientes que fazem parte de regiões endêmicas, como em Foz do Iguaçu.

A pesquisa teve como foco principal alertar que os pacientes que vivem com HIV (PVHIV), residentes em área endêmica de LV, poderão ser acometidos por esta doença, destacando a reflexão da importância de um diagnóstico precoce e acompanhamento terapêutico eficaz para esses pacientes.

LEISHMANIOSE VISCERAL vs VÍRUS IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA

Leishmaniose visceral (LV) e a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) acometem o ser humano de formas distintas, porém as duas são consideradas de grande importância para a Saúde Pública. Enquanto o HIV é transmitido por sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno, a LV é transmitida, principalmente, pela picada de insetos vetores infectados, como por exemplo o mosquito palha. O principal hospedeiro (reservatório) vertebrado da LV em áreas urbanas é o cão doméstico.

A leishmaniose está presente na maior parte dos estados brasileiros, mas a região da Tríplice Fronteira é apontada pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) como área de grande incidência da doença em animais. Baseado nos dados do Centro de Controle de Zoonoses da cidade, o número de casos confirmados da leishmaniose aumentou cerca de 30% nos últimos anos. De 2015 a 2018, 2.187 animais foram diagnosticados com a doença.

Ano passado, a Superintendência de Vigilância em Saúde emitiu um alerta, constatando 14 casos confirmados de LV em Foz do Iguaçu com 6 óbitos.

A expansão do HIV em Foz do Iguaçu ocorre especialmente por sua localização em área fronteiriça, caracterizada pelos movimentos migratórios, turismo, debilidade dos indicadores sociais na região, marcada por altas taxas de desigualdade, escassez de recursos de infraestrutura e dificuldades de acesso à programas de saúde. Todo esse contexto torna-se uma peculiaridade de Foz do Iguaçu, por ser um município de fronteira, o que pode contribuir para a velocidade de expansão da aids.

A PESQUISA

Em uma revisão de literatura retrospectiva, as acadêmicas Adriana da Cruz, Patrícia Fontes, Raissa Neves e Sophie Jacqueline Flores, sob coordenação do professor Lavoisier Diniz, constataram que a LV foi a primeira infecção oportunista na maioria dos casos de HIV / AIDS avaliados em um estudo realizado no Instituto Oswaldo Cruz-Fiocruz. Em pacientes HIV positivos, a LV pode agravar a imunossupressão e aumento da replicação viral, levando o indivíduo a apresentar a síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) mais rapidamente. Segundo o Ministério da Saúde, a associação das doenças representa um aumento na taxa de letalidade aumento na taxa de letalidade por leishmaniose visceral (LV) e no número de recidivas da LV em uma proporção de aproximadamente o triplo e o quíntuplo, respectivamente, comparando-se aos pacientes que não apresentam HIV.

A pesquisa ainda aponta para necessidade de fomentar mais estudos sobre a coinfecção LV-HIV e maior difusão de informações à população em relação a esse tema, que atualmente na cidade é pouco explorado e, suas gravidades a longo prazo.

PROJETO

Essa pesquisa realizada pelas acadêmicas é parte da metodologia inovadora da UniAmérica, que traz mais foco na prática profissional desde as primeiras semanas de aula. Nessa proposta, no dia 12 de dezembro a UniAmérica apresenta a VII Mostra de Projetos Integradores, revelando a comunidade os projetos desenvolvidos pelos alunos durante o semestre. A entrada é gratuita com dois horários para visitação: manhã, das 8h às 11h e a noite das 19h às 22h.

Os Projetos Integradores são realizados para estimular a criação de soluções criativas, inovadoras e originais para os desa?os, problemas ou questões encontradas na pro?ssão. Essa iniciativa acadêmica surge também com o propósito de auxiliar o estudante para entrar melhor preparado no mercado de trabalho em uma carreira de pesquisa cientí?ca ou, uma carreira de empreendedorismo lançando produtos ou serviços originais.

Assessoria

O espaço está aberto para você deixar sua opinião.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/blogdolagocom/public_html/index.php on line 14