Silva e Luna conhece instalações do Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu

0
Silva e Luna conhece instalações do Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu 1
Diretor-geral brasileiro de Itaipu e o comandante do Colégio da Polícia Militar, major Marcos. Fotos: Sara Cheida.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, conheceu na tarde desta quinta-feira (28) as instalações do 5º Colégio da Polícia Militar (CPM), que vai funcionar oficialmente, a partir de 2020, no prédio do Colégio Estadual Bartolomeu Mitre, no centro de Foz do Iguaçu.

Silva e Luna fez a visita a convite do deputado estadual Marcos Adriano Ferreira Fruet, o Soldado Fruet, e foi recebido pelo comandante do colégio, major Marcos Souza. Ele conversou com alunos e professores, acompanhou a execução do Hino Nacional e assistiu a uma apresentação da orquestra de violinos formada por estudantes.

Joaquim Silva e Luna percorreu a escola e verificou a estrutura para os 900 alunos do CPM.
Silva e Luna conhece instalações do Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu 2
No pátio do colégio, diretor acompanhou a execução do Hino Nacional e a formação dos alunos.

Em seguida, o general conheceu detalhes da proposta pedagógica e projetos nas áreas de tecnologia, cultura e esporte. Um dos diferenciais do novo modelo é a gestão disciplinar mais rigorosa. “Eu entendo que esse é o modelo que dá certo, estabelecendo limites, ensinando valores, reforçando a disciplina e a boa educação. O aluno sai da escola no final do dia melhor que entrou”, comentou Silva e Luna.

O Paraná já tem colégios militares em Curitiba, Londrina, Cornélio Procópio e Maringá. A unidade de Foz do Iguaçu foi criada no final do ano passado, por decreto estadual, e neste ano de 2019 passou pela fase de transição, deixando de ser uma escola estadual para se transformar em colégio militar.

Orquestra de violinos (com participação de outros instrumentos) foi elogiada pelo diretor-geral. “Ótima iniciativa”, disse.
Silva e Luna conhece instalações do Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu 3
A secretária-executiva Rosimeri Fauth Ramadas Martins acompanhou o diretor-geral.

“A visita do general é um momento histórico tanto para o colégio como para a Polícia Militar do Paraná”, agradeceu major Marcos. “Itaipu é uma empresa mundialmente conhecida, o que demonstra a credibilidade que o colégio tem conquistado”, completou.

Alta procura

A nova unidade de educação substitui uma instituição que faz parte da história da cidade. O Colégio Bartolomeu Mitre foi criado em 1927, é o mais antigo da região Oeste do Paraná e funciona no mesmo prédio há 50 anos. “Estamos fazendo um resgate histórico do colégio e queremos manter o nome de Bartolomeu Mitre”, disse major Marcos.

“Quem faz o colégio são os alunos, a dedicação de vocês”, falou Joaquim Silva e Luna aos estudantes.
Silva e Luna conhece instalações do Colégio da Polícia Militar de Foz do Iguaçu 4
A visita mobilizou toda a escola. Transformação do Mitre em colégio militar impulsionou matrículas.

Segundo ele, as matrículas na unidade estavam em declínio nos últimos anos. Mas somente a notícia de transformação da escola em colégio militar fez com que o número de alunos saltasse de aproximadamente 400, em 2018, para 900, neste ano.

Para 2020, foram abertas 150 vagas e apareceram mais de 600 candidatos, que passarão por processo seletivo. O colégio atende alunos da segunda fase do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e do ensino médio.

DGB agradeceu o convite e elogiou iniciativa. Para ele, modelo militar traz resultados.

Assessoria

Leave A Reply

Your email address will not be published.