Operação Muralha no pedágio em São Miguel começa nesta terça-feira

0

Com o objetivo de somar esforços no combate aos crimes de fronteira e em busca do fortalecimento das ações integradas, esta edição da Operação Muralha acontecerá de forma integrada à Operação Hórus, que já está em andamento.

A Operação Muralha/Hórus contará com duas barreiras de fiscalização fixas na região oeste do Paraná, uma na praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu e outra na PR-163 em Guaíra. As Operações acontecerão por período indeterminado.

Nesta terça-feira (19) será deflagrada mais uma fase da Operação Muralha, que é coordenada pela Receita Federal em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Exército, Marinha, Aeronáutica, Batalhão de Fronteira (BPFron), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil e Departamento de Inteligência do Estado do Paraná – DIEP), Justiça Estadual, Ministério Público Estadual da Comarca de São Miguel do Iguaçu e Receita Estadual do Paraná.

A coletiva de imprensa de lançamento da Operação Muralha ocorrerá amanhã (19/11) na barreira fixa de fiscalização montada na praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, às 11:00 horas. O evento contará com a presença do Superintendente da Receita Federal da 9 RF, o Auditor-fiscal Luiz Bernardi, do Superintendente da Receita Federal da 1 RF, o Auditor-fiscal Antônio Henrique Lindemberg Baltazar, do Chefe da Coordenação-Geral de Combate ao Contrabando e Descaminho, o Auditor-fiscal Arthur Cezar Rocha Cazella, do Delegado da Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, o Auditor-fiscal Paulo Bini, do Chefe da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho, o Auditor-fiscal André Ferreira dos Santos, além de autoridades locais representantes das instituições parceiras.

A coletiva de imprensa de lançamento da Operação Muralha em Guaíra ocorrerá amanhã (19/11), às 15:00 horas, no Posto de Fiscalização da PRF, na PR-163 – Ponte Ayrton Senna. O evento contará com a presença do Inspetor da Receita Federal, o Auditor-fiscal Diovani Orlandi Natalino, do Tenente-Coronel do 15° Batalhão de Infantaria Mecanizada, Hércules Antônio Marques da Costa, do Capitão do Batalhão de Fronteira, Edilson Martins do Prado, do Capitão de Corveta da Marinha do Brasil, Jeronymo Moreira Gomes.

A atuação das equipes se dará de forma ininterrupta nas duas barreiras de fiscalização fixas montadas em São Miguel do Iguaçu e em Guaíra. Equipes volantes fiscalizarão estradas secundárias da região, as margens do Rio Paraná e do Lago de Itaipu.

No Mato Grosso do Sul acontecerá a Operação Muro Alto. As operações trabalharão de forma integrada para que a fiscalizarão chegue a toda a faixa fronteiriça.

Estarão envolvidos com as atividades 500 servidores, considerando todas as instituições participantes. A Operação conta, ainda, com o apoio de escâneres, de equipes com cães farejadores e do helicóptero da Receita Federal.

A Operação Hórus faz parte do Programa V.I.G.I.A. sendo coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública com o objetivo de coibir os crimes transnacionais. Ela é realizada de forma integrada pela Receita Federal do Brasil, Polícia Federal (PF), Batalhão de Polícia de Fronteira da Polícia Militar do Paraná (BPFRON), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) da Polícia Civil do Paraná, Força Nacional de Segurança Pública e Exército Brasileiro, com apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Estas iniciativas estão inseridas no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Assessoria

Leave A Reply

Your email address will not be published.