Prefeito decide cancelar licitação para decoração de natal

0

O prefeito Chico Brasileiro anunciou na manhã deste sábado (9), o cancelamento da licitação de contratação da empresa que faria o aluguel, montagem e manutenção da decoração de natal na cidade. O anúncio foi feito durante o programa semanal de rádio da prefeitura.

A decisão foi tomada após um vereador questionar os gastos com o aluguel de alguns itens da decoração, como o de uma árvore natalina de 28 metros altura, ao custo de R$ 420 mil. O contrato total era de cerca de R$ 2,059 milhões.

Brasileiro salientou que todas as determinações legais foram cumpridas pela Fundação Cultural. “Estamos cientes da lisura de todo o processo licitatório feito pela Fundação Cultural, e de ter cumprido integralmente todas as determinações legais, inclusive com relação à devida transparência, porem, como há um interesse politico em judicializar esse processo, optamos pelo cancelamento. O município não pode responder por interesses de grupos políticos que querem denegrir a imagem da cidade”, disse.

Uma nova decoração natalina será organizada durante este mês de novembro.

Logo após o anúncio, a assessoria de Comunicação do Município enviou uma nota explicando a decisão do prefeito. Veja:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O prefeito Chico Brasileiro anunciou na manhã deste sábado (9), o cancelamento da licitação de contratação de luzentes para o Natal de 2019. O anúncio foi feito durante o programa de rádio Foz em Ação.

“Estamos cientes da lisura de todo o processo licitatório feito pela Fundação Cultural, e de ter cumprido integralmente todas as determinações legais, inclusive com relação à devida transparência, porem, como há um interesse politico em judicializar esse processo, optamos pelo cancelamento. O município não pode responder por interesses de grupos políticos que querem denegrir a imagem da cidade”, disse o prefeito.

A licitação somente seria validada após a conclusão de todo o procedimento e assinatura do contrato entre as partes, o que não aconteceu. As negociações entre a Fundação Cultural e a empresa vencedora do processo estavam sendo realizadas para viabilização de desconto no valor global. Um montante de 18% já havia sido confirmado.

Para o prefeito, os questionamentos e inverdades levantadas especialmente por pessoas autodeclaradas da oposição, atrasam e denigrem um projeto de crescimento já iniciado há dois anos.

Reuniões junto a empresários e instituições da cidade já iniciaram para a realização de um novo projeto para as festividades de final de ano. Na próxima semana, mais detalhes devem ser divulgados.

Leia a matéria completa na Rádio Cultura Foz clicando aqui!

Leave A Reply

Your email address will not be published.