Portal Blog do Lago
Informação de qualidade na Tríplice Fronteira

Prova Paraná é aplicada com erros

0

A segunda etapa da Prova Paraná, criada pelo governo estadual para avaliar o nível de aprendizado nas escolas da rede pública, foi aplicada nesta terça-feira (11) com erros em enunciados, de digitação e até falhas na impressão.

Em uma questão de matemática, o cálculo é pedido em metros, mas as marcações estavam todas em centímetros. Em outro exemplo, a dica para os alunos encontrarem as respostas corretas está errada. A linha marcada é a 11, enquanto é na 18 que está a resposta.

Erratas nos cadernos de prova foram encaminhadas para as escolas na segunda-feira (10), segundo o diretor do Colégio Vital Brasil, de Maringá, no norte do Paraná, Marcos Antônio Tomadom. Mas até nas erratas havia erros de concordância, por exemplo.

“A gente foi surpreendido com essas erratas. Reuni a equipe pedagógica para nos organizarmos da melhor forma possível porque a aplicação da prova iria ocorrer. Tivemos problemas, houve reclamações, mas os professores foram compreensivos”, afirma.

O diretor, no entanto, admite que os erros possam prejudicar o desempenho e resultado dos alunos na avaliação. “Tentamos fazer da melhor forma possível [as correções]”, diz Tomadom.

Diante dos problemas, os núcleos regionais vão elaborar relatórios que serão enviados à Superintendência da Secretaria Estadual de Educação na tentativa de zerar as falhas para a próxima etapa da avaliação, marcada para setembro. A primeira ocorreu em março.

“Esperamos que isso não venha ocorrer novamente. Mas precisamos parabenizar com notoriedade que as equipes diretivas das escolas conseguiram resolver isso de forma muito profícua”, afirma a coordenadora pedagógica do Núcleo Regional de Educação de Maringá, Gabriela de Angelis Barros.

O que diz a Secretaria de Educação

Em nota, a Secretaria de Educação do Paraná confirmou a existência dos erros e disse que eles foram gerados por problemas de diagramação e transferência do conteúdo de um programa para outro.

A pasta disse que os erros não impactam o conteúdo abordado e que os núcleos regionais foram orientados quanto aos procedimentos a serem tomados para a aplicação da prova.

A secretaria informou ainda que avaliou a possibilidade de reimprimir os cadernos, mas diante do prazo e dos custos entendeu ser mais adequado realizar as correções no momento da aplicação da prova.

Por fim, a pasta afirmou que lamenta que os cadernos de prova tenham sido impressos com erros que aplicará regras mais rigorosas de revisão para as próximas edições da Prova Paraná.

Leia a matéria completa no G1 PR clicando aqui!