Passagem do transporte coletivo de Foz sobe para R$ 3,90 a partir de 1º de novembro

0

A passagem do transporte coletivo de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, vai subir de R$ 3,75 para R$ 3,90 para pagamentos com cartão único, a partir do dia 1º de novembro, segundo o Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans). O reajuste é de 3,9% no cartão.

De acordo com o Foztrans, para os usuários que pagam em dinheiro o valor passa de R$ 3,75 para R$ 4,20.

Estudantes continuam pagando meia-tarifa e idosos são isentos da passagem.

O Foztrans informou que o aumento faz parte do reajuste tarifário anual, previsto no contrato de concessão entre a prefeitura e o Consórcio Sorriso.

Segundo o instituto, o reajuste leva em consideração os aumentos dos salários dos motoristas e cobradores, do diesel e a inflação.

A mudança no valor seria aplicada em setembro, mas o Foztrans disse que conseguiu prorrogar para novembro para beneficiar os usuários.

Segundo o superintendente do Foztrans, Fernando Maraninchi, em 2017 a legislação federal autorizou a possibilidade de diferenciação do preço pela forma de pagamento.

“O valor da tarifa técnica é de R$ 3,77, ela iria para R$ 4,05. Nós optamos diferenciar a tarifa para quem usa o cartão. É uma forma de beneficiar, de forma mais barata, quem é morador e trabalhador de Foz”, explicou.

A primeira via do cartão único pode ser feita gratuitamente na sede do Cartão Único, na Rua Mem de Sá, 449, Jardim Renato Festugato, ao lado do Terminal de Transporte Urbano (TCU).

Para solicitar a segunda via do cartão, o usuário precisa comprar, no mínimo, cinco passagens.

O superintendente destacou ainda que os turistas e hotéis podem fazer o cartão para a compra da passagem com a tarifa menor.

Segundo a prefeitura, Foz do Iguaçu tem 40 mil passageiros e 67% deles utilizam o cartão eletrônico.

Desde o dia 25 de setembro, o Foztrans está com novos ônibus com ar condicionado. De acordo com o instituto, até o momento, 15 dos 25 ônibus estão circulando na cidade.

As linhas devem atender as cinco regiões mais movimentadas da cidade: Três Lagoas, Morumbi, Parque Nacional, Vila C e Porto Meira.

O investimento da empresa de ônibus, segundo o Foztrans, foi de mais de R$ 1,2 milhão com a compra dos veículos.

Conforme o superintendente, o aumento da tarifa não inclui o investimento com os novos ônibus.

Isso porque, o valor dos veículos foi compensado pela prefeitura com a isenção do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

Segundo o Foztrans, se o preço dos veículos com ar condicionado estivessem na composição do valor da nova tarifa, a passagem ficaria 12 centavos mais cara.

Leia a matéria completa no G1 PR clicando aqui!

Leave A Reply

Your email address will not be published.