‘A Dona do Pedaço’: Maria da Paz chora e pede para ser presa no lugar de Josiane em julgamento

0

Maria da Paz (Juliana Paes) mostrará que uma parte sua ainda acredita na bondade e inocência de Josiane (Agatha Moreira) na novela “A Dona do Pedaço”. Mesmo depois de tudo o que ela fez ao longo da novela, a confeiteira pedirá aos prantos para a sua filha dizer na frente dela que é inocente. A psicopata não mostrará qualquer sentimento nem com o choro desesperado da mãe. No meio de seu depoimento, a boleira vai pedir para ser presa no lugar da vilã. As informações são do site “Notícias da TV”.

Maria da Paz e mais 6 pessoas testemunham

A trama das nove vai exibir seu último capítulo no dia 22 de novembro e até lá ainda tem muita água para rolar – como a revelação de que Joana (Bruna Hamú) não é filha de Maria da Paz. No capítulo do dia 9, chegará o dia do julgamento de Josiane pelo homicídio de duas pessoas, além do atentado à vida de Téo (Rainer Cadete), que sobreviverá e será responsável por denunciar a vilã. Além de Maria, serão chamados para depor um amigo e a irmã de Lucas (Kainan Ferraz), Kim (Monica Iozzi), Fabiana (Nathalia Dill), Evelina (Nívea Maria) e Téo.

Maria da Paz se culpa pelos assassinatos de Josiane

Em seu testemunho, Maria da Paz contará tudo desde o início: quando a filha deu um golpe nela com Régis (Reynaldo Gianecchini). Sem a menor pena e ressentimento, Josiane dirá, na cara da mãe, que sente vergonha de ser filha de uma boleira. “Foi com essas mãos aqui fazendo bolo que eu te criei e dei de comer. E foi com essas mãos que te estraguei, te mimei… Mas não me importa mais quando cê diz que sou brega, que sou boleira… Tudo isso aconteceu seu juiz, seus jurados… Talvez a culpa dos crimes seja minha”, dirá Maria, berrando no tribunal.

Confeiteira pede para ser presa no lugar de Jô

Ela continua. “Eu falhei na missão mais importante da vida de uma mãe. Eu não soube criar minha filha. Eu que errei, eu que quero ser presa. Filha, diz que tudo é mentira, diz que é inocente. Diz que eu saio daqui deste banco e te abraço, te defendo até a morte”, dirá Maria da Paz, aos prantos. Mesmo assim, Jô não se comoverá. “Minha mãe tá fazendo jogo. Quer me derrubar”, aponta ela. Depois disso, a boleira será liberada e ficará muito abalada.

Josiane é condenada a 30 anos de prisão

Tibério (Vandré Silveira), advogado da assassina, dirá que não tem mais perguntas para os jurados que estarão pasmos com a declaração da empresária. Josiane, então, terá a voz e poderá se defender. Ela dirá que é inocente e que empurrou Jardel, mas sem o intuito de matá-lo. Tudo isso será em vão e Josiane será condenada a 30 anos de prisão.

Leia a matéria completa no Pure People clicando aqui!

Leave A Reply

Your email address will not be published.