Portal Blog do Lago
Informação de qualidade na Tríplice Fronteira

Reatividade em cães: quais são as etapas do processo de superação?

8

Fonte: Canal do Youtube de Educação Canina Comportamento & Adestramento

8 Comments
  1. Victor Salles says

    Olá Raquel! Estou adorando os vídeos, na minha opinião você tem o melhor conteúdo nacional sobre treinamento e adestramento ! Fico com uma dúvida sobre o seguinte: Meu cão é ótimo, estou treinando-o a cerca de 2 meses com a ajuda de um profissional (ele tem 7 meses), e responde muito bem ao adestramento. O problema é que ele é extremamente reativo, provavelmente por frustração já que convive tranquilamente com outros cães desconhecidos em ambiente controlado. Creio que a reação dele seja por conta de um prey drive muito aguçado, já que ele fica muito tranquilo durante os treinos em grupo, com vários outros cães andando calmamente, mas qualquer sinal de movimento rápido ou barulho ele entra instantaneamente em explosão, vai de 1 a 10 em instantes., com ou sem guia, seja com cães ou crianças correndo etc… Uso atualmente a guia unificada e tento evitar o máximo possível situações onde sei que ele vai reagir, mas algumas vezes é impossível. Acha que nesse caso o uso da prong collar seria vantajoso?

  2. Priscila Cruz says

    Vídeo muito bom!

    No meu caso meu Pit está com 10 anos, viveu 8 anos praticamente no quintal da minha mãe, nunca houve socialização correta. Há +/- 2 anos consegui tirar ele aos poucos de lá e hoje em dia ele está vivendo comigo.

    Porém está sendo bem difícil, caminho com ele todos os dias, pelo menos 2 vezes ao dia, ele é extremamente reativo a outros cães, assim que visualiza o “alvo” já mostra uma postura alerta, não larga o contato visual, se permito, o comportamento evolui para choros e posteriormente tentativas de avançar. Não vejo sinais de insegurança, é realmente como se ele entendesse o outro cão como caça.

    Eu utilizo o enforcador de corrente, estou tentando interromper o comportamento assim que vejo que ele quer começar a encarar o outro cão, no entanto ele é bem intenso, preciso insistir na correção, ou sentar ele de costas para o outro cão para ele se acalmar.

    No momento não estou com condições para investir na E-Collar ou Prong, dentre os enforcadores, vejo que você nunca menciona o de corrente, nesse caso o de nylon arredondado ou fita seria mais eficaz?

    Já conversei com adestradores na minha cidade, porém 2 dos 3 que contatei não quiseram pegar o caso dele, por se tratar de um cão idoso, falam que não teria resultado. Gostaria de saber sua opinião, se possível. Bjos.

  3. Parabéns!!!! Foi através de você que incluí o collar eletrônico em meus treinamentos.

  4. Alice Amaral says

    Parabéns pelo vídeo ?? Raquel, cada vez fico mais apaixonada pela prong collar. É impressionante como ela muda radicalmente os comportamentos inadequados da caminhada. Sou fã número 1. O passeio agora é totalmente equilibrado, sem stress e muito prazeroso. Não imagino nossa vida com o Paçoca sem a prong collar. Bjss querida ?

  5. Leandro Moraes says

    Obrigado pelas orientações . Grande abraço . Sucesso

  6. Celsinho says

    Mais uma aula! Muito obrigado!

  7. Mayara Lenzi says

    Adoro vídeo sobre reatividade, sempre me ajuda muito a entender e saber corrigir minha cachorra. Obrigada Raquel mais uma vez!

  8. Humberto2 Almeida says

    Raquel!! o prazer e semrpe meu ouvir suas respostas !! me ajudou muito ! vou tentar o investimento!