Professores criam projeto de contação de histórias em lives para crianças em quarentena, em Foz do Iguaçu

0 21

Entre as salas vazias e os corredores silenciosos das escolas, surgiu a ideia de tentar melhorar o período de isolamento de centenas de crianças. Um grupo de oito professores de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, decidiu manter viva a frase “Era uma vez” e mostrar que é preciso “acreditar no final feliz”.

Professores da rede municipal de ensino criaram um projeto de contação de histórias para os alunos que estão sem aula por causa do novo coronavírus. A leitura é feita por meio de uma live na página da Secretaria de Educação, no Facebook. A segunda transmissão ocorre nesta segunda-feira (6), às 17h30.

O projeto ‘Nessa escola tem história’ transmite a contação às segundas-feiras, quartas e sextas, no mesmo horário. A primeira foi realizada na sexta-feira (3) e teve mais de 4,5 mil visualizações.

Pela primeira vez, em 33 anos de magistério, Hérica Cibéle Leão Soares disse que encarou uma câmera de celular em vez de olhar no rostinho dos pequenos.

Ela disse que no início foi difícil, pois sentiu falta da reação deles, mas ao entrar na história pensou naqueles que estavam do outro lado da tela se encantando com a literatura.

“É um sentimento de missão cumprida. Antes da transmissão a gente já tava trabalhando com amor. Queríamos fazer algo por eles e não sabíamos se ia dar certo, mas deu. Quando a gente vê que as crianças estão gostando é gratificante, a vontade é de contribuir mais e mais”, disse.

De acordo com a professora, o interessante é que pais e mães puderam acompanhar as histórias, e a tecnologia permitiu que alunos da rede pública e privada tivessem acesso ao mesmo conteúdo.

Na página da secretaria também são disponibilizadas atividades e livros online. Foz do Iguaçu conta com 26 mil alunos na rede municipal, e as aulas foram suspensas no dia 17 de março.

Segundo o professor Paulo Cezar de Santana, o objetivo é ajudar de alguma forma aqueles que estão em casa.

“Não é uma reposição de aula. Queremos despertar o encantamento e o gosto pela leitura, ainda mais nesse momento.”

Conforme Santana, as histórias são de livros que estão nas escolas e centros de educação do município. A intenção é de que após o período de quarentena os alunos busquem por essas obras nas bibliotecas.

A transmissão, segundo o professor, foi feita com o celular dele e o lugar foi decorado para chamar a atenção dos alunos, dentro do ambiente escolar.

Momento entre pais e filhos

De acordo com Hérica, é importante aproveitar esse momento de isolamento para que pais e filhos se aproximem.

“As crianças estão sedentas por atividades, elas sentem falta do ambiente escolar. O pai pode usar desse tempo para trabalhar junto com o filho, ver como ele desenvolve as habilidades motoras.”

Em tempos difíceis, como o da quarentena, ela destaca que é importante contar histórias, pois faz as crianças e os adultos usarem a imaginação e deixar de lado um pouco da realidade.

Por isso, incentiva os responsáveis a contar histórias para os filhos: “você vai precisar entrar na história e mudar um pouquinho a entonação da voz para cada personagem. Eles vão adorar!”

Leia a matéria completa no G1 PR clicando aqui!

O espaço está aberto para você deixar sua opinião.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/blogdolagocom/public_html/index.php on line 14