Foz não possui pacientes internados com suspeita de infecção ou com Covid-19

0 15

Foz do Iguaçu completa, neste sábado (28), 10 dias após a confirmação do primeiro paciente com a Covid-19, a infecção provocada pelo novo Coronavírus. A cidade tem atualmente cinco casos confirmados.

Nas estruturas montadas para receber os infectados, até esta quinta-feira (26), não havia nenhum internamento. O Hospital Municipal recebeu mais R$ 1,4 milhão da Justiça Federal totalizando R$ 2,4 milhões em repasses. As informações são de Ronildo Pimentel, no GDia.

De acordo com a equipe de enfrentamento da Pandemia da Covid-19, além dos cinco casos confirmados, o sistema de saúde investiga 131 casos suspeitos da infecção. Além disto, 31 casos foram descartados em Foz do Iguaçu. Em todo Paraná, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), existem 106 pacientes com Coronavírus, somando cinco novos casos confirmados ontem.

“Informamos que não temos  nenhum paciente internado no HMPGL (Hospital Municipal Padre Germano Lauck) com suspeita de Covid-19”, disse a assessoria de comunicação da unidade de saúde. No Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), até o fechamento da edição, não havia registro de paciente internado com suspeita da doença, confirmou a assessoria.

A Prefeitura montou uma central ao lado do Hospital Municipal, onde funcionava o antigo Centro de Especialidades Municipais (CEM), na Avenida Paraná. A estrutura tem reservados 70 leitos, sendo 17 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 57 para internação. Para atender a demanda foram escalados 300 profissionais que irão atuar em revezamento no local.

As instalações, coordenadas pela Secretaria de Saúde e Fundação Municipal de Saúde, contam com central telefônica, setor de triagem, pronto socorro, serviços de coleta e observação, exames e suporte de reserva. O espaço vai receber pacientes encaminhados  por meio da central telefônica acessível pelo (45) 3521-1800, 99997-5251, 99997-5150, 99997-5335, 99992-0550, 99997-5111 e 99975-5257.

Ala exclusiva

O HMCC conta com uma ala exclusiva de atendimento aos pacientes portadores da covid-19, que precisem de internamento. No total, 27 leitos serão colocados à disposição, sendo 15 na UTI. A reestruturação física da unidade será bancada com recursos da Itaipu, no valor de US$ 3 milhões (mais de R$ 15 milhões).

O repasse está previsto em convênio assinado com a Fundação Itaiguapy, que administra o HMCC. Os recursos são destinados exclusivamente à luta contra o novo coronavírus, e permitem a compra de equipamentos e insumos.

Leia a matéria completa no Cabeza News clicando aqui!

O espaço está aberto para você deixar sua opinião.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/blogdolagocom/public_html/index.php on line 14