Reajuste da tarifa de pedágio no Paraná ainda precisa de autorização, diz Agepar

O reajuste da tarifa de pedágio nas estradas do Paraná ainda precisa ser autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) e pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR).

De acordo com o previsto no contrato entre o governo do estado e as concessionárias que formam o Anel de Integração, os novos preços deveriam ser cobrados a partir deste sábado (1º), o que não aconteceu.

Em nota, a Agepar informou na sexta-feira (30) que o reajuste nas 27 praças de pedágio não entraria em vigor neste sábado porque a agência não havia recebido os processos com pedidos das concessionárias.

“Ainda estão sendo realizados, pelo Departamento de Estradas de Rodagens do Paraná (DER), estudos técnicos que posteriormente serão encaminhados à Agepar, para a homologação das novas tarifas”, destacou o documento.

O DER, por sua vez, disse ter recebido as propostas na terça-feira (27) e que tem prazo de cinco dias úteis para analisá-las e encaminhá-las à agência.

O prazo, portanto, termina na próxima terça (4), quando as concessionárias deverão ser avisadas da decisão e autorizadas a aplicar o reajuste.

Segundo a Ecocataratas, que opera no trecho da BR-277 entre Foz do Iguaçu, no oeste, e Guarapuava, na região central, as propostas finais foram entregues com atraso por conta da demora na publicação dos índices de preços formulados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os índices que integram a fórmula para os reajustes foram divulgados na terça-feira, informou a assessoria de imprensa da concessionária.

Na sexta-feira (30), a 1ª Vara Federal de Curitiba publicou uma liminar autorizando as concessionárias a aplicarem os novos preços apresentados ao DER-PR.

A decisão provisória trata de uma tentativa do governo do estado de impedir o reajuste. O Executivo alegou a existência de ações que apuram irregularidades no pedágio, mas o argumento foi recusado.

Leia a matéria completa no G1 PR clicando aqui!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: