Com 2 gols de Danilo, Corinthians bate Bahia e volta a vencer no Brasileirão

Danilo foi herói, vilão e novamente herói na vitória do Corinthians sobre o Bahia por 2 a 1, neste sábado (27), em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador saiu do banco de reservas, abriu o placar no começo do segundo tempo, cometeu pênalti infantil que resultou no gol do adversário aos 39, mas pouco depois definiu o jogo em uma meia-bicicleta.

O resultado encerrou um jejum de cinco jogos sem triunfo no Campeonato Brasileiro e foi muito importante para o time do técnico Jair Ventura, que já se aproximava perigosamente da zona de rebaixamento. Agora, com 39 pontos, não afasta totalmente o risco, mas pode respirar um pouco mais aliviado.

O último gol de Danilo pelo Corinthians aconteceu há exatos dois anos, três meses e quatro dias. Ele marcou no empate com o Figueirense, em 23 de julho de 2016, pelo Campeonato Brasileiro.

Sem Jadson, vetado pelo departamento médico, Pedrinho foi o escolhido para desempenhar o papel do titular. Jair Ventura apostava no xodó da torcida para furar o bloqueio defensivo do Bahia. Apesar dos torcedores se manifestarem sempre que o jogador pegava na bola, o jovem sofria por causa da forte marcação e, quando conseguia espaço, errava na escolha da melhor jogada.

Bem posicionado em campo, o Bahia atuava no erro corintiano. E quase abriu o placar em uma desatenção de Fagner, aos 20 minutos. O lateral cochilou na marcação de Ramires, que acertou pelo chute de fora da área e Cássio mandou para escanteio. Na cobrança, Nilton quase fez de cabeça.

O Corinthians continuava com sérios problemas na criação. Pedrinho tentava, mas não conseguia desempenhar o papel de Jadson. As poucas investidas eram pelo lado direito, com Romero e Fagner. Na esquerda, o paraguaio Sergio Díaz sentia o peso de disputar sua primeira partida como titular.

“Temos de transformar esta grande vontade de vencer em discernimento, entender o jogo, não se desesperar. Temos de ser organizados, inteligentes, só assim vamos encontrar o gol”, afirmou Emerson Sheik no intervalo.

O atacante não voltou para o segundo tempo, mas, com Danilo em seu lugar, Jair atendeu ao pedido de Sheik. No segundo toque na bola, o meia abriu o placar para o Corinthians. Ele sofreu falta pelo lado esquerdo e aproveitou o cruzamento de Fagner para abrir o placar em Itaquera.

O gol tranquilizou o Corinthians. A equipe passou a atuar com mais inteligência, como queria Sheik. Era aplicada na marcação, recuando suas linhas, e, de posse da bola, trocava passes até encontrar espaço para finalizar. Romero quase marcou de cabeça em cruzamento de Danilo e, na sequência, Douglas chutou cruzado, com perigo.

Só que Danilo, o mesmo que deu tranquilidade ao time, fez o torcedor se desesperar ao cometer pênalti em Nilton, aos 39 minutos. Depois de alguma reclamação, Clayton, ex-Corinthians, empatou. Mas o experiente jogador não seria vilão. Ele fez o gol da vitória pouco depois, em uma meia-bicicleta.

Leia a matéria completa no O Popular clicando aqui!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: